Vinho de processo

0
78

Edição 278 – 05/11/18 a 05/12/18
Gourmet
Andre Pellegrino – Somelier / Salumeria Deli

Um Capitulo Especial na Arte da Vinificação

Vinhos de Processo – A vinificação envolve alguns conceitos que criam caminhos originais e surpreendentes, conceitos ligados a cultura e a riqueza de determinadas regiões que os torna únicos.

Determinados vinhos são elaborados sob condições peculiares de clima e solo e através de processos especiais passados através dos séculos de geração em geração.
Posso citar por exemplo os vinhos da região francesa de Nantes ao leste do Loire, cujo método de manter o vinho por longo tempo em contato com as borras criadas durante o processo de vinificação, a auólise (morte das leveduras), confere a bebida maior complexidade com aroma e sabor acentuado.

Os surpreendentes e frescos vinhos verdes da região do noroeste de Portugal com ligeira preservação do gás carbônico proporcionando um interessante toque de agulha na língua.
Outra notável curiosidade francesa são os vinhos de palha, ou vin de paille.
Vinhos da região do Jura cuja uvas são colhidas tardiamente e depois passificadas sobre esteiras de palha em galpões abertos, método muito comum também na ilha italiana de Panteleria na elaboração dos maravilhosos vinhos doces de meditação, os Passitos de Panteleria, nos Recciotos e no grande Amarone, vinho seco de uvas passificadas, potente e estruturado.

Na mesma região do Jura precisam ser desvelados os vinhos amarelos ou vin de jaune, vinificados com a branca Savagnin e postos a envelhecer sob uma flor de leveduras especiais que promovem uma lenta oxidação e conferem sabor único ao vinho.
Este processo e muito conhecido na Espanha, em Jerez de La Fronteira, onde se produzem distinto estilos desse processo original de vinificação.

Os frescos e secos Fino e Manzanilla, este último com uma nota muito interessante de salinidade oriunda da proximidade com o mar da região de Sanlucar de Barrameda, ambos insuperáveis como aperitivo, experimente com azeitonas, anchovas, pimentões ou Jamon Serrano e você ter uma incrível experiência do conceito de harmonização, os Amontilados com maior oxidação e aromas acentuados de nozes, os Olorosos densos e de intensos aromas de frutas secas, entre ambos vislumbramos os raros e caros Palos Cortados que reúne as melhores características dos dois estilos.

Ainda na na região da Andaluzia os esplêndidos vinhos de sobremesa elaborados com as uvas Pedro Jimenez e Moscatel de Alexandria no interessante método Mistela, onde o brandy e adicionado ao mosto da uva fresca, conhecido também como vinho de licor.
Claro não podemos nos esquecer dos esplêndidos Champagnes e os vinhos fortificados da região do Douro, os inigualáveis Porto.

Ambos com processos de elaboração característicos.
No caso do Champagne, uma segunda fermentação e induzida na garrafa e após um período de afinamento em contatos com as leveduras, surge complexo, enobrecendo as mais importantes celebrações em todo mundo.

E os mais diversos estilos de Vinho do Porto, onde a adição de aguardente vínica e envelhecimento posterior nos concede as benções que só os grandes vinhos podem oferecer.
No mesmo estilo do Porto temos, os Marsalas da Sicilia, que assim como o Vinho Madeira também foi descoberto pelos ingleses, nesse caso John Woodhouse, que passou a usar a técnica da fortificação e transportar os caldos para as ilhas britânicas.

Para finalizar temos os vinhos nobres de sobremesa botritizados, cujo as uvas são desidratadas por um fungo (o Botritis Cinerea) e concentram açúcar e acidez, dando origem a vinhos muito equilibrados e intensos.

Os mais famosos são da região Húngara de Tokaji, francesa de Sauternes e os notáveis Berenauleesens alemães, que também elaboram os esplêndidos vinhos de uvas congeladas os Esswein.

As uvas são colhidas tardiamente em temperaturas negativas, e prensadas ainda congeladas, gerando vinhos concentrados e muito elegantes.

Eis um pouco da riqueza do universo vinícola mundial, com seu espectro de paletas multifacetadas, assim como a vida, plena, intensa e vibrante.

Viva a diversidade e a riqueza que a Natureza nos brinda alinhada com a colaboração criativa do gênio humano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here