Entrevista com Cida Moraes e Fernando Reski

0
37

Edição 273 – 01/06/18 a 30/06/18
Fala, Vizinho!
Por Renata Moreira Lima – Fotos: Divulgação

Eles são parceiros na televisão, no teatro e na vida! Cida Moraes e Fernando Reski são os apresentadores do Programa Gente Carioca, à meia noite, no canal 6 da Net. Reski tem mais de 50 anos de carreira, é o ator vivo que mais fez cinema nacional e um dos fundadores do Teatro Princesa Isabel. Cida era comissária de bordo. Após a participação no Big Brother Brasil 2 ela se empenhou para seguir as carreiras de atriz e apresentadora. Ambos são figuras conhecidas de Copacabana e amam a Princesinha do Mar. Você confere na entrevista abaixo um pouco mais de do que pensam e fazem Fernando Reski e Cida Moraes.

Jornal Copacabana: Cida Moraes surgiu para o grande público ainda como Cida, no Big Brother Brasil Percebeu novas possibilidades, mudou de carreira, buscou seu espaço e se firmou como apresentadora.

Cida Moraes: Depois que saí do BBB, em 2002 fiz alguns cursos de direção e de atriz e as portas se abriram para os palcos e televisão, até que me tornei apresentadora do Circuito Carioca. Depois TV CIB, Palco Popular e, finalmente o Gente Carioca que estou há oito anos!

Antes eu era comissária de bordo, fui até a empresa (Varig) falir. Até hoje não recebi a indenização.

Montei minha companhia de Teatro e produzi algumas peças, atuei e dirigi. Fiz também Rádio e produzo eventos e clipes musicais.

J.C.: Reski frequenta os palcos, a telinha e a telona há mais de 50 anos. Como foi esse encontro?

Fernando Reski: Conheci a Cida no Mac Dia Feliz, fazíamos um trabalho filantrópico. Desde então nunca mais nos soltamos, ela virou uma irmã. Saiu do BBB com uma vontade gigante de produzir teatro.

Cida: E o Reski era o ator principal da minha companhia, a Café Concerto Total, sempre contribuindo na direção e com sua criatividade e genialidade.

Reski: Fizemos Mixórdia e Cia, no Teatro Posto 6, foi um grande sucesso, uma comédia musical, com música ao vivo e direção do Maestro Fraga.

A Cida é uma excelente companheira, patroa e colega nas horas fáceis e difíceis. Ela já ficou com minha mãe para eu ir trabalhar, nunca mais esqueci este fato.

Na TV a parceria surgiu quando nosso diretor, Daniel Chinicz, da produtora SUPERVIDEO, estava procurando uma mulher, dinâmica e irreverente para um programa de variedades.

J.C.: Agora estão no ar à meia noite de quinta-feira?

Cida: Sim, apresentamos o Gente Carioca na TVC Rio canal 6 da NET que é um programa de variedades voltado ao Rio de Janeiro. É sexta-feira, meia noite, uma hora de duração. O programa mais Carioca da TV brasileira! (risos).

J.C.: Reski é também diretor do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos do Estado do Rio de Janeiro (SATED – RJ), tem programa no rádio…

Reski: Tenho trabalhado com muitos cantores como apresentador na Sala Baden Powell, no Teatro Rival, no Princesa Isabel…

Quero agora fazer meu solo, tenho uma vida para contar: passei por todos os tipos de teatro, do musical ao polêmico, teatro do absurdo, cômico e sério.

J.C.: Ambos são figuras de Copacabana. Como é ser identificado com o bairro mais famoso do Brasil?

Reski: As pessoas aqui acham que somos namorados, mas somos grandes amigos. (risos).

Cida: É muito bom ser identificada com esse bairro! Vendedores das lojas falam do programa, dão sugestão, jornaleiros, até operários das obras me dizem: – Dona Cida, assisti a senhora ontem na TV!

Reski: Copacabana é o ar que eu respiro, é a minha vida. Só saio daqui quando for para outra dimensão.

Sou mesmo muito conhecido no bairro e adoro falar com o público. Todos os dias pelo menos três pessoas que não conheço falam comigo nas ruas sobre o meu trabalho. ADOOOOOOORO!

J.C.: Quem te vê pelas ruas não mais o verá acompanhado de sua mãe.

Reski: É. Minha mãe faleceu recentemente. Eu caminhava na praia para minimizar a minha dor. Foi difícil, mas voltei a trabalhar e ver um futuro melhor.

J.C.: O que gostam de fazer por aqui?

Cida: Gosto de correr na praia, malhar na academia Balance Fitness, tomar café em algum dos milhares de cafés de Copacabana, passear Domingo pelo calçadão e ver como é linda nossa orla.

Reski: Ando na praia de manhã. Falo com todo mundo! (risos). Frequento a Flora Santa Clara, adoro a Clarice e família! Costumo ir na Art Habanera, do artista plástico Paulo Cidros, vou na Santa Clara 33, no CIB. Adoro a feira do Bairro Peixoto às quartas, a Igreja Messiânica, o Teatro Princesa Isabel…

J.C.: Ambos são moradores do bairro. O que Copacabana tem de especial?

Cida: Charme, beleza, seus moradores e o Jornal Copacabana!

Reski: Copacabana é o cartão postal, a Princesinha do Mar. É um bairro nobre, mas também muito popular. Temos os melhores antiquários e samba na Atlântica! Tenho grandes amigos aqui: Terezinha Sodré, Daniel Barcelos, Jane Di Castro, Ellen de Lima, João Roberto Kelly, Charle Miara, Sonia Gebel, Frida Neustadt, Francis Kiperman, Mercedes de Moraes, Karina, Lorecy e Kelly Duque Estrada, Maria Pompeu, a Cida… Adoro encontrar Sanny Soares, Paula Goodarh, Soninha De Paula, Zaira Zambelli, Monique Lafond, Orlando Miranda, Raissa de Castro, Cezar Guerreiro…

J.C.: Deixem seus recados aos leitores do Copa.

Cida: Cuidem do bairro. Além de ser o cartão de visitas, é a porta de entrada dos turistas no Brasil.

Reski: Aos queridos moradores, é lindo não sujar nossa cidade, curtir um entardecer na praia com as calçadas limpas, e que a violência deixe de existir. Gosto de encontrar as pessoas, e dizer Bom Dia. Quero sair de casa tranquilo, amar minha cidade, ela é minha companheira. Não podemos destruir um bairro tão antigo e cheio de história.

Ao Jornal Copacabana, mais uma vez, agradeço pelo espaço.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here