Aniversário contemplado pela beleza natural

0
80

Edição 274 – 01/07/18 a 31/07/18
Editorial

Linda por sua beleza natural, sempre. Copacabana resiste ao tempo e às intervenções humanas. O charme da aterrada orla, a mata Atlântica com seus moradores nas encostas, as pedras vistas de diferentes ângulos pelo bairro cercado por mar e morros. Uma praia encantadora que ganhou o gosto popular e virou a Princesinha do Mar, com todo glamour dos anos Dourados, Logo descaracterizada pela especulação imobiliária. Desvalorizada e degradada nos 70 e 80, “revitalizada” nos anos 90, nunca mais a mesma. Hoje o estilo Art Decó e o Francês dos edifícios tentam resistir a descaracterização, e é difícil identificá-los em meio a outros tantos, até mesmo sem algum estilo.

O mar que acolhe esportistas e banhistas está sujo, muitas vezes impróprio para banho. A Princesinha sobrevive à tentativa de homicídio, com desvios de verbas, falta de visão e iniciativa dos governantes. As ruas de charmosas pedras portuguesas, esburacadas, desniveladas, formam um mosaico frustrante para a significativa população de idosos resistentes às adversidades do bairro, e aos outros moradores e visitantes em geral. O subemprego aparente faz frente ao comércio que segue fechando as portas, ou usando criatividade e imaginação para manter seus negócios, funcionários e clientes.

A falta de segurança assombra o bairro. No lindo calçadão, somos expostos a roubos e momentos de tensão na tentativa de apreciar um por do sol, amanhecer, um nascer da lua, ou mesmo passar o tempo – sem arriscar uma madrugada sob as estrelas na Princesinha.

A poucos dias do 126º aniversário do bairro mais famoso do mundo, tiroteio nas comunidades, fugas pela mata, insegurança para pessoas que vivem como reféns em um bairro em estado de guerra.

Não aceitamos perder o direito de ir e vir previsto na constituição. O bairro pede socorro. É um aniversário sem ter o que comemorar.

A lua que nasce no mar, as pedras, a mata, areia… Espetacular para quem consegue ter na beleza a esperança de dias melhores para um lugar tão amado. Parabéns, Copacabana!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here